sexta-feira, 10 de julho de 2009

Saudade da minha metade.


Sei que
em algum lugar
minha metade me procura

Quando me inspiro
e escrevo
é só meu coração te chamando

Como se eu gritasse seu nome
no silêncio

Ou,
se as ondas do pensamento
beijassem tua face
tão querida, tão amada

E que ainda não a conheço



Etelvina de Oliveira
Publicado no Recanto das Letras em 08/09/2008
Código do texto: T1168070

3 comentários:

Everson Russo disse...

Não posso ter a mesma esperança, que em algum lugar minha metade me procura, essa metade tão longe se foi, e tão longe se faz...lindo seu poema...um beijo carinhoso e um otimo final de semana...

Anjo vermelho disse...

A sempre alguem a nossa espera a metade da alma o complemento que falta a vontade para sorrir...

lindo poema!!
uma professora brincadando de aprendiz...

beijos no coração!!
tenha um lindo final de semana!

O Sibarita disse...

Aiaiaiaaia.. kkkkkk

E ai? Essa cara metade ouviu o canto? Hummmm... kkkkkkkk

Beleza, a moça se revelando... kkkk

bjs

Sibarita