terça-feira, 23 de junho de 2009

Amor proibido.



Cala-te coração!

Não entregues,

com os olhos,

ou gestos,

nossos segredos.

Etelvina de Oliveira
Publicado no Recanto das Letras em 30/08/08

10 comentários:

Anjo vermelho disse...

Amor proibido exsite tantos... mais o pior amor que existe nao akele que se esconde e sim akele que se vive sozinha.

beijos

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Mas nosso coração nos trai. Ele bate forte, nos faz perder a voz, os sentidos...Não podemos confiar nele
beijosssssssssssssssssss
Apareça

Uma aprendiz disse...

Anjo,

é desse amor que estava falando kkkkk


matou na mosca.

beijos

Uma aprendiz disse...

Confiar, jamais, Martha kkkkkkkk

Não há como esconder o amor.


beijos

O Profeta disse...

Nasceu!
Nascem a todo o instante
Os sentires vindos da alma
Tatuados a cada semblante

Um beijo na tua procura
Um abraço fica suspenso
Um sorriso desponta da tristeza
Um olhar prende o momento


Boa semana


Doce beijo

Uma aprendiz disse...

Beijos, Profeta

Volte mais vezes.

O Sibarita disse...

Ué, xiii.... kkk Você tem um amor proíbido é? Rapazzzz... kkkkk

Agora me diga, esse amor proíbido, é tão retado que você fez a poesia num mes que ainda vai chegar, agosto e é? kkkkkkkkkkkk

E eu que pensei que não tivesse esse malvado de amor proibido... Me lenhei! kkkkkkkk

bjs
ZéCorró

Ene disse...

Lindo, lindo, lindo!
Sem palavras.
Bj

Uma aprendiz disse...

Eita Corró

errei a data. kkkkkkkkkkkkkk

Seu bobo! kkkkkkkkkkkk


beijinhos, amigo fofo

Uma aprendiz disse...

Linda, linda, linda, Ene

obrigada.


beijos e bom fim de semana